Terça-feira, 30 de Outubro de 2007

Workshop

 

Na próxima 2ª Feira, 5 de Novembro, decorrerá na Biblioteca Municipal José Saramago em Loures, o Workshop «Coerência das Políticas para promover o Desenvolvimento», organizado pela Câmara Municipal de Loures, Plataforma portuguesa das ONGD, Instituto Marquês de Valle Flor e pela Evert Vermeer Foundation, no âmbito do Projecto «Novas Dinâmicas de Solidariedade Norte-Sul: Promovendo um envolvimento activo da Sociedade Civil no diálogo Europa-África». Este projecto conta com o apoio financeiro da Comissão Europeia, do Instituto Português de Apoio ao Desenvolvimento e da Fundação Calouste Gulbenkian.
 
  Destinatários: 
 
ONG portuguesas assim como todos os interessados em trabalhar nas áreas da Cooperação para o Desenvolvimento (ex.: membros das plataformas das ONGD, estudantes, público em geral, decisores políticos e técnicos de órgãos estatais e de autarquias, associações de imigrantes).
 
  Objectivos da formação: 
 
> Participantes capazes de reconhecerem os efeitos das respectivas políticas nacionais nos países em desenvolvimento.
> Participantes capacitados para avaliarem a coerência das respectivas políticas nacionais.
> Participantes capazes de identificarem formas de promover a Coerência das Políticas em prol do Desenvolvimento.
> Participantes capacitados para identificarem possíveis acções conjuntas.
 
Clica aqui para aceder ao programa deste workshop
publicado por jdc às 20:54
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 5 de Outubro de 2007

Não há acordos perfeitos!

 

     «Não há nenhum acordo perfeito. É preciso ter em conta que o português não é uma língua fonológica (ortografia próxima da fonética) e este acordo procurou isso. Houve a consagração da dupla grafia em algumas palavras, que se escreverão conforme se pronunciam num lado e noutro.
     A escrita ser facultativa é contrária à própria ideia de normalização gráfica, ou seja, de ortografia. Pode ser visto como um benefício na difusão que o livro português pode ter no Brasil.
Por outro lado é uma dificuldade para os editores e livreiros, porque vai obrigar a rever a grafia de todos os livros.»
 
     Declarações de Maria Helena Mateus, presidente da direcção do Instituto de Linguística Teórica e  Computacional à revista Focus (415/2007) a propósito do novo Acordo Ortográfico.
publicado por jdc às 16:19
link do post | comentar | favorito

Acordo Ortográfico ou Sintáxico?

 

 

     «Não vejo nenhuma vantagem, só vejo inconvenientes.
     Não provoca aproximação, só vai levar ao predomínio do Brasil. Só interessa a meia dúzia de pessoas que querem impor as suas concepções teóricas que consideram mais válidas. No inglês há a norma do Reino Unido e dos Estados Unidos e nem por isso a língua perde.
     Não é com uma norma única que se vai conseguir uniformizar, os brasileiros vão continuar a pôr os pronomes pessoais antes dos verbos. Com o tempo, o português falado em Portugal e nos países africanos de língua oficial portuguesa vai sujeitar-se à norma brasileira. Se desaparecer esse travão, é o que vai suceder.»

      Vasco Graça Moura, a propósito do novo Acordo Ortográfico
      Revista Focus 415/2007

 

publicado por jdc às 15:40
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 2 de Outubro de 2007

A Propósito do Acordo Ortográfico

publicado por jdc às 14:41
link do post | comentar | favorito

.Outubro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Workshop

. Não há acordos perfeitos!

. Acordo Ortográfico ou Sin...

. A Propósito do Acordo Ort...

. «Impasses e desafios do p...

. Cinco Blogues

.arquivos

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.participar

. participe neste blog

.pesquisar